Cidades

28/08/2017 13:39

Vereadores de Juara não descartam CPI contra Luciane Bezerra

Da Redação
Os vereadores do município de Juara (709km de Cuiabá), afirmaram que aguardam uma posição da procuradoria da Câmara de Vereadores para determinar quais ações serão tomadas quanto a prefeita da cidade. Luciane Borba Azoia Bezerra (PSB) foi gravada quando era deputada estadual recebendo dinheiro no Palácio Paiaguás.

Segundo a delação do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) os recursos eram referentes a propina que os parlamentares recebiam para votar em favor do Executivo estadual nas mensagens que era apreciadas na Casa de Leis.

De acordo com o vereador Valdir Leandro Cavichioli, o Léo Boy (PR), se for necessária a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a prefeita, isso será feito.

“Estamos aguardando o posicionamento dos advogados para tomarmos a decisão jurídica correta. Existem muitas especulações. Uns dizem que podemos fazer alguma coisa outros dizem que não por que ela cometeu o suposto crime quando era deputada. Queremos ver o que podemos fazer dentro da legalidade e se for necessário, iremos propor uma CPI ou algo a, mas com certeza vamos fazer”, disse o parlamentar.

O vereador ainda ressaltou que os vereadores não irão se omitir quanto ao caso, uma vez que os vídeos repercutiram de forma negativa na cidade. “Não vamos nos omitir de forma nenhuma. Temos a obrigação de fiscalizar, investigar e principalmente zelar pelos bens públicos. O que puder e tiver que fazer quanto vereadores representantes da população, com certeza será feito”.

Veja nota da Câmara:

A Câmara Municipal de Juara, diante dos graves fatos noticiados na imprensa nacional no dia 24/08/2017, relacionados a Prefeita Municipal, Sra. Luciane Borba Azoia Bezerra, vem, a público esclarecer: O Poder Legislativo tem funções institucionais, legislativas, fiscalizadoras, administrativas, de assessoramento, além de outras permitidas por Lei.

Esta Casa de Leis está e sempre esteve com seus olhos atentos voltados à administração pública municipal, portanto, asseguramos à população que qualquer ato cometido pela representante do Poder Executivo que venha a comprometer a governabilidade deste Município será devidamente investigado e apurado a sua responsabilidade nos ditames que a Lei permite.

Se houver qualquer conduta, que possa ser tipificada como crime passível de julgamento pela Câmara Municipal, esta Casa não ficará inerte, agindo conforme a Lei. Sempre primando pelos interesses da população, nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos.

Fonte: Gazeta Digital


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo