Cultura e Arte

CANTO CORAL 18/10/2017 13:14

Teatro Zulmira Canavarros receberá Festival de Coros

Coral da Assembleia Legislativa e convidados brindarão a plateia com repertório variado no domingo 29 de outubro, às 19 horas

Da Redação

Com o objetivo de estimular, desenvolver e aprimorar a prática de canto coral, a Sala da Mulher da Assembleia Legislativa realiza no dia 29 de outubro, às 19 horas, o I Festival de Coros. A atividade marca o início dos trabalhos do coral como integrante da presidência da Casa, através da Sala da Mulher da Assembleia Legislativa. “O coral integrava o Instituto Memória e agora passa a integrar a Sala da Mulher e queremos fomentar o intercâmbio entre o nosso coral e os de outras instituições”, disse a coordenadora da Sala da Mulher, Daniella Paula de Oliveira.

Ela lembrou que a noite será solidária, por isso a plateia terá acesso ao espetáculo doando um quilo de alimento não perecível ou um litro de leite. Os portões estarão abertos uma hora antes.  “Será um momento de integração entre os coros e de muita qualidade musical, tudo aliado à oportunidade de fazer o bem, doando alimentos que chegarão a quem realmente precisa”, lembrou Daniella.  

O maestro Carlos Taubaté, regente do coral da Assembleia e responsável pelo evento,  disse que a “meta é oferecer mais um espetáculo musical de qualidade e promover o intercâmbio entre os corais”. Para que isso aconteça, além do Coral da Assembleia Legislativa, anfitrião e que abrirá a noite, com repertório variado, teremos apresentações do Coral do Tribunal de Contas do Estado (TCE), com MPB; Coral da Arquidiocese de Cuiabá, com música sacra; Coral da Terceira Idade da UFMT, com cantos regionais; Coral Infanto Juvenil da Associação Arte Cidadã de Santo Antônio de Leverger, com música sacra e MPB e, fechando a noite, o coral da UFMT, com clássicos da MPB.   

Carlos Taubaté vem inovando no comando do coral da Assembleia Legislativa. Recentemente, ele promoveu um momento direcionado aos corais, estudantes de letras, literatura e música e apaixonados por contos ou por citações de Guimarães Rosa. O evento, gratuito,  aconteceu em setembro, no teatro. O professor do Instituto de Linguagens da UFMT, Roberto Boaventura, fez uma análise completa do conto “A terceira margem do rio”, de Guimarães Rosa.  

O maestro do coral da Assembleia, Carlos Taubaté, explicou que muitos corais, inclusive o da Assembleia, cantam a peça "Terceira Margem do Rio", de Milton Nascimento, com letra de Caetano Veloso, baseada no conto de Guimarães Rosa. Por isso, surgiu a ideia e a convite do regente, e Roberto Boaventura fez a análise do conto. Depois do encontro, agora o Festival de Coros, marca definitivamente as ações do Coral da Assembleia Legislativa, como fomento a integração dos coralistas.

Fonte: ALMT


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo