Geral

11/10/2017 07:45

Prefeitura de Várzea Grande acelera serviços de recapeamento e recuperação de ruas

Serviços executados nestas duas semanas somam 56 mil metros quadrados de lama asfáltica

Da Redação

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande mantém o serviço de recapeamento e restauração asfáltico contínuo nas ruas dos bairros e principais avenidas de Várzea Grande. O objetivo é aproveitar o período de estiagem que encerra novembro deste ano, quando se inicia o período de chuvas e acaba limitando os serviços de melhorias de obras no município. Na última semana foi concluída a recuperação de toda a extensão da rua Beto, uma das principais avenidas do bairro Santa Izabel e nesta segunda-feira (09/10) a Secretaria Municipal de Viação, Obras e Urbanismo iniciou a recuperação de 51 mil metros quadrados da Avenida Doutor Paraná, no bairro Cristo Rei, que dá acesso à ponte Sérgio Motta e à capital Cuiabá.

“O recapeamento feita na rua Beto, a rua do ‘Mini estádio do Santa Izabel’ também soma cinco mil metros quadrados de lama asfáltica mais grossa que a comumente utilizada, o que garante maior durabilidade do serviço independente das intempéries”, garante o secretário municipal de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes Oliveira.

Quanto ao serviço executado na Avenida Doutor Paraná, o secretário destaca que será feito serviços de recapeamento com recursos próprios mesmo sendo de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). “A Avenida Doutor Paraná foi feita há mais de dez anos e apresenta problemas na execução de sua base e sub-base que ocasionaram hoje fissuras, fendas e rachaduras. Como se trata de uma rodovia federal seria importante fazer um novo trabalho de drenagem e posterior recapeamento pelo Governo Federal ou Estadual, mas com está dentro da nossa cidade e é uma via importante que liga Várzea Grande à capital, iremos executar a recuperação total da via com lama asfáltica. Acreditamos que a qualidade do serviço empregado recuperará e evitará a formação de novas fissuras, aumentando a vida útil da pavimentação existente até que o DNIT tome outras providências”, detalhou Luiz Celso. 

A busca para sanar o problema asfáltico no município é uma meta da Prefeitura de Várzea Grande, que segundo o gestor da pasta de Viação, Obras e Urbanismo, o empenho para concluir estes serviços vem da determinação da prefeita Lucimar Sacre de Campos que quer otimizar e dinamizar a malha viária de toda cidade na melhoria da mobilidade urbana. “A situação das ruas dos bairros onde nós chegamos é complicada, os carros passam com dificuldade pelos buracos e muitas vezes por cima das calçadas para desviar, agora com a manutenção contínua que implantamos não temos mais esse problema. Trabalhamos visando proporcionar à cidade um novo visual e, principalmente oferecer qualidade de vida à população. Atualmente, os serviços estão concentrados no Cristo Rei, mas já realizamos serviços por todas as regiões de Várzea Grande, inclusive a pavimentação completa de bairros que não possuíam asfalto, a exemplo de seis bairros do Parque do Lago”, citou Luiz Celso. 

O secretário acrescenta que ao serviço de recuperação asfáltica também são feitas a substituição de bueiros e bocas de lobo, que agora ajudarão na drenagem de águas, principalmente no período de chuvas. As ações, posteriormente à conclusão da Avenida Doutor Paraná, deverão se estender a outras localidades que receberão a modernização viária com máquinas, equipamentos e lama asfáltica pela Secretaria Municipal de Viação, Obras e Urbanismo nos residenciais Alícia Gonçalves e o Renato dos Santos, onde a previsão e de que ao menos 12 ruas recebam o serviço de recuperação de asfalto.

A ação contínua da Secretaria Municipal de Viação, Obras e Urbanismo tem gerado resultados positivos aos moradores e motoristas que passam pelas vias. O taxista Edimilson Gomes, 57, disse que as ruas de Várzea Grande nunca estiveram tão bem cuidadas e nunca viu um trabalho de pavimento nesse ritmo. “Além de vários bairros estarem com a sua malha recuperada vemos constantemente equipes trabalhando pela cidade. Está mais fácil transitar por bairros periféricos hoje com os serviços que estão sendo feitos. Onde não há asfalto há trafegabilidade pela abertura de ruas com patrolamento e cascalhamento”, opina o taxista que trabalha há mais de 25 anos nas ruas da cidade. 

 Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo