Geral

REFORMA 05/12/2017 11:31

Projeto de reforma do mercado custa R$ 170 mil

Inaugurado em 1994, o centro comercial é considerado um ponto turístico e recebe, em média, 2.500 pessoas nos finais de semana.

Da Redação

No Diário Oficial de Contas do Estado que circulou ontem, a prefeitura homologou a licitação para contratar uma empresa para realizar o projeto da obra. Ao custo de R$ 170 mil a empresa Marcos Dias Paulo e Cia Ltda. vai realizar os projetos complementares e arquitetônicos para a reforma e ampliação do Mercado do Porto. 

No segundo semestre deste ano, durante visita ao local, o prefeito Emanuel Pinheiro confirmou que as obras devem estar prontas para o aniversário de 300 anos da cidade, em 08 de abril de 2019. 

Orçada em aproximadamente R$ 14 milhões, parte da obra será feita com recursos oriundos de emendas parlamentares, equivalentes a R$ 10 milhões. 

Localizado a cerca de 200 metros da Orla do Rio Cuiabá, o Mercado Antônio Moisés Nadaf, popularmente chamado de Mercado do Porto, localizado em bairro de mesmo nome, há pelo menos uma década aguarda por melhorias e uma reforma completa. 

As pessoas são atraídas ao local pela diversidade de produtos, como frutas, verduras, legumes, peixes, carnes, queijo e doces regionais. Mas, carece de melhorias em sua infraestrutura, limpeza, climatização, reforma nos banheiros, entre outros. Originalmente o Mercado do Porto funcionava onde hoje é o Museu do Rio “Hid Scaff”, mas foi transferido para o local atual, conhecido como "Campo do Bode". Atualmente, o estabelecimento varejista conta com mais de 400 boxes, mantidos por cerca de 180 permissionários. 

Segundo o município, redefinindo os padrões da região portuária de Cuiabá, o novo mercado vai contar também com uma alameda, com ligação a Orla do Porto ao mercado. O objetivo é transformar o local em um grande complexo turístico e comercial. O novo mercado deve contar com estrutura física superior e um aumento em seu espaço correspondente a quase três mil metros quadrados. A prefeitura confirma que a construção de um amplo espaço cultural trará um leque maior de visitantes, uma vez que o local será o novo palco das mais diversas manifestações artístico-culturais. O projeto arquitetônico contempla também uma extensa praça de alimentação e uma quantidade de vagas de estacionamento maior, com seu número quase dobrando, disponibilizando espaços específicos para motocicletas, carga e descarga e até mesmo ônibus turísticos. 

Fonte: Folhamax


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo