Geral

LEVANTAMENTO 05/01/2018 12:37

CGU aponta fraude em 5,5 mil cadastros do Bolsa Família em MT

Em Mato Grosso, 6.278 mil famílias tiveram o benefício cancelado e 20.596 mil sofreram bloqueio. No estado, 172.644 mil famílias recebem atualmente o benefício do programa federal.

Da Redação

Uma auditoria do Ministério da Transparência e da Controladoria-Geral da União (CGU) apontou que 5.539 famílias beneficiárias no Bolsa Família apresentaram declarações falsas sobre a renda durante o cadastro para ter direito ao programa. O levantamento foi divulgado nessa quinta-feira (4).

De acordo com a CGU, para descobrir a irregularidade, foi feita uma comparação entre as rendas registradas em outras bases de dados oficiais com aquelas declaradas no Cadastro Único.

Em todo o país, os testes apontaram quase 346 mil famílias com fortes indícios de terem falseado a declaração da informação de renda no momento do cadastro – o que representa pagamentos indevidos de até R$ 1,3 bilhão para um período de dois anos.

Nas situações em que a irregularidade ficar comprovada, após a condução de processo administrativo, serão aplicadas sanções legais, tais como devolução de valor e impossibilidade de retornar ao programa por um ano.

Com uma população estimada em mais de 3 milhões, 172.644 mil famílias mato-grossenses recebem atualmente o benefício do programa federal.

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) aplicou o bloqueio dos benefícios para os casos em que as famílias tiveram renda per capita inconsistente identificada entre R$170 e meio salário-mínimo (R$ 440). Já para aquelas com renda superior a meio salário-mínimo, foi aplicado o cancelamento do benefício.

Em Mato Grosso, 6.278 mil famílias tiveram o benefício cancelado, 20.596 mil tiveram o programa bloqueado e outras 8.900 mil tiveram o benefício atualizado pelo governo.

Fonte: G1MT
 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo