Geral

09/01/2018 09:07

Espera para cadastro biométrico dura até oito horas em Cuiabá

Proximidade do fim do prazo para atualização de dados aumenta procura e estrutura do TRE-MT não acompanha demanda

Da Redação

A fila de para cadastro biométrico da Justiça Eleitoral em Cuiabá tem demorado até oito horas por dias e a tendência é que o atendimento fique lento até o dia 20 deste mês.  A proximidade do fim do prazo para a realização de transferência de cadastro do título eleitoral para a leitura biométrica aumenta a demanda, mas o TRE-MT (Tribunal Regional Eleitoral) só deve providenciar novos postos de atendimento no fim de janeiro.

Hoje, quatro postos estão disponíveis aos eleitores de Cuiabá e Várzea Grande, com demanda chega a 1.100 pessoas por dia, segundo o Tribunal Eleitoral.  Esse número, no entanto, é contestado por eleitores que chegam aos postos antes das 7h e por volta das 15h ainda não foram atendidos.

“Fui ao Goiabeiras para fazer o cadastro, e a distribuição de senha começou às 10h. Apenas 290 senhas foram distribuídas, e não consegui porque eles não distribuíram mais. Voltei à tarde para saber de mais informações e fui informada de que estão fazendo reagendamento de dez em dez. Não há nenhuma previsão de melhora”, diz a professor Raquel dos Santos Rodrigues.

Mesmo grávida, ela não conseguiu ter atendimento preferencial, pois a quantidade de senha para atendimento especial está limitada. “Até o meio da tarde, só trinta pessoas tinham sido atendidas e como não conseguiram atender todo mundo hoje, eles começaram a fazer reagendamento. Além disso, pessoas que chegam estouram o número de senhas, voltam para casa sem previsão de atendimento”.

O TRE-MT informou que 598.964 eleitores estão cadastros hoje na Grande Cuiabá e todos deverão fazer o cadastro biométrico até o dia de 2 fevereiro, prazo que pode ser adiado, mas uma medida que deverá passar pela análise da direção do tribunal. A TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estipulou o fechamento de cadastro de eleitores a 150 antes das eleições (5 maio) e a possibilidade de cancelamento do título.

“Estamos trabalhando para abrir outros postos de atendimento em Cuiabá e Várzea Grande, mas eles começam a atender a partir do dia 20 de janeiro. Até lá, é que a procura seja intensa, até porque muitos eleitores dependem de atualização do cadastro eleitoral para firmar outro tipo de acordo jurídico, como cadastro em escolas, por exemplo”, disse a assessoria de imprensa do TRE-MT.

Postos deverão ser abertos no Shopping Três Américas, Ganha Tempo, ambos em Cuiabá, e Várzea Grande Shopping e na Univag (Universidade de Várzea Grande).

Ainda conforme o tribunal, menos da metade dos eleitores cadastros fizeram atualização em biometria para eleições deste ano - 148.286 em Cuiabá (35,76%) e 83.767 em Várzea Grande (45,46%). Sinop é outro município na lista de obrigação do cadastro biométrico, e 59.485 dos 93.782 eleitores (63,43%) fizeram o cadastro.

Na última hora

O TRE-MT afirma que a intensidade da demanda se deve ao atraso dos eleitores para efetivar o cadastro. A campanha teve início em 2016, mas apenas a partir de setembro do ano passado acendeu a luz amarela do prazo para os eleitores.

“Estávamos fazendo agendamento pela internet, mas, em agosto, foi cancelado porque quase a metade das pessoas que marcavam o agendamento não comparecia e ficávamos com uma estrutura de serviço montada para não aparecer pouca gente. A partir de setembro começamos a atender até 1.100 por dia, e nenhum serviço público consegue atender essa demanda”, explica a assessoria.

Em Cuiabá há dois locais de atendimento. Na Casa da Democracia, anexo ao prédio do TRE  na avenida Rubens de Mendonça – CPA, com atendimento das 8h às 18h, de segunda a sexta, sem intervalo para o almoço; no Goiabeiras Shopping (2º Subsolo), das 10h às 20h, de segunda a sexta, sem intervalo para o almoço.

Em Várzea Grande, há também dois locais de atendimento para o cadastro biométrico dos eleitores. A Central de Atendimento ao Eleitor, situada na Avenida Castelo Branco, nº 47, Centro; e a Central de Atendimento ao Eleitor situada na avenida Gonçalo Botelho de Campos, 2.367, bairro Cristo Rei. Ambas atendem das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, sem intervalo para o almoço.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A BIOMETRIA

 - Documento oficial de identidade (RG, CNH, Carteira de Trabalho, Carteira Profissional, dentre outros definidos em lei); CNH e o Passaporte não são aceitos como documento de identificação para o alistamento, ou seja, para emissão do primeiro título de eleitor

 - Comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo Juiz Eleitoral). Os comprovantes devem estar em nome do requerente, de seu cônjuge ou companheiro (a) ou de parente seu em linha reta consanguínea, até o 2º grau (pais, filhos, avós, netos), ou por afinidade, limitando-se, neste último caso, aos ascendentes do cônjuge ou companheiro (sogro e sogra)

 - Comprovante de quitação com o serviço militar (apenas para homens com mais de 18 anos que irão requerer a primeira via do título).

Fonte: Circuito MT

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo