Geral

FAIXAS EXCLUSIVAS DE ÔNIBUS 19/01/2018 10:03

Multas por videomonitoramento voltarão a ser aplicadas em Cuiabá

Da Redação

Após um ano de suspensão das multas por videomonitoramento nas faixas exclusivas para ônibus, e com cerca de cinco mil autos educativos emitidos nesse período, os motoristas que desrespeitarem os corredores voltarão a ser multados a partir de fevereiro. Na próxima semana, a Secretaria de Mobilidade Urbana da capital deve iniciar as campanhas educativas para informar os motoristas. Além dos ônibus, a faixa exclusiva permite o tráfego de táxi com ou sem passageiro, ambulâncias e viaturas policiais. Atualmente, as câmeras monitoram os infratores que invadem as faixas dos ônibus, mas não multa.

Ao todo, são 12,5 quilômetros de faixa exclusiva nas principais avenidas da cidade como na Getúlio Vargas, Isaac Póvoas, Generoso Ponce, Tenente Coronel Duarte (Prainha) e avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA).

De acordo com o secretário da Semob, Antenor Figueiredo, o retorno das multas vai ocorrer após as empresas de ônibus reclamarem que muitos motoristas não estão respeitando o espaço e acabam comprometendo a trafegabilidade. Ele explica que apesar de muitos motoristas terem consciência sobre a faixa e respeitá-la, durante a suspensão cerca de cinco mil autos educativos, que não tem valor financeiro e nem punitivo na carteira, foram aplicados. “Isso demonstra que ainda tem aqueles que não estão respeitando”.

A praticamente uma semana e meia do mês de fevereiro, o secretário afirmou que antes da retomada das multas, a Semob vai realizar uma “grande” campanha educativa e não pegará os motoristas de surpresa. “Na semana que vem começaremos as abordagens e vamos deixar todos conscientes dessa retomada. Ninguém poderá alegar que não sabia”.

No ano passado, quando as multas começariam a ser aplicadas, o prefeito Emanuel Pinheiro decidiu suspender a puniçao por 120 dias. Após o prazo, a aplicação de multas voltou a ser suspensa mais duas vezes, porque o prefeito entendeu que era necessário um trabalho de conscientização. Em agosto, anunciou a suspensão por tempo indeterminado. O sistema de videomonitoramento foi implantado em 2015, em Cuiabá.

Liberado

Com exceção a legislação municipal, só é permitida a entrada, nas faixas exclusivas, quando os motoristas tiverem que realizar a conversão a sua direita para acessar estacionamentos, comércios, ruas ou avenidas, que façam parte do seu trajeto. “Nestes casos é permitido entrar na faixa exclusiva, porque o motorista precisa chegar ao seu destino. E não atrapalha o trânsito dos ônibus”, explicou Figueiredo.

Fonte: Gazeta Digital


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo