Geral

CORONA VÍRUS 12/05/2020 12:40

Manifesto lembra profissionais da enfermagem mortos por Corona Vírus

Entre as mortes dos profissionais em Mato Grosso,, está o enfermeiro cuiabano Athaide Celestino da Silva, 63 anos, que faleceu no início do mês

Da Redação

O Sindicato dos Servidores da Saúde de Mato Grosso (Sisma) realizou na manhã desta terça-feira,12, uma manifestação na Avenida da Prainha, no centro de Cuiabá, para lembrar os integrantes da categoria que faleceram nos últimos meses vitimados pelo Corona vírus. Segundo o0 Sisma, pelo menos 50 trabalhadores foram contaminados pela covid-19 no estado, com uma morte registrada. A ação também marca o Dia Mundil do Enfermeiro.

O ato foi organizado pela Frente Popular de Defesa dos Serviços Públicos, que espalhou pelo canteiro central da via uma cruz para cada uma das 98 vidas perdidas no combate ao coronavírus. A homenagem também serve como um alerta à população, que tem relaxado nas medidas de proteção e combate da doença.

Segundo Oscarlino de Arruda, presidente do Sisma, as mortes são frutos da “omissão dos governantes e patrões. Por isso, realizamos esse protesto pacífico, pedindo que voltem os olhos para esses profissionais, que são as forças das unidades hospitalares, principalmente agora durante a pandemia”. 

Ainda conforme Oscarlino, a omissão pode ser percebida na falta de equipamentos de proteção individual, no revezamento das equipes e também na falta do número quantitativo ideal de servidores. Atualmente, segundo ele, ao menos 50 profissionais da enfermagem estão infectados em Mato Grosso. 

Entre as mortes dos profissionais, está o enfermeiro cuiabano Athaide Celestino da Silva, 63, morto no começo de maio, após 37 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Capital. Do grupo de risco, cardiopata e hipertenso, não resistiu e acabou morrendo. Ele atuava há 37 anos na Unidade 3 do Adauto Botelho.  

Aumento de casos

No boletim divulgado na segunda-feira (11), a Secretaria de Saúde (SES) apontou 545 casos confirmados da covid-19 em Mato Grosso, com um total de 19 óbitos. Só de domingo (10) para segunda (11), foram 26 novas confirmações. E, em uma semana,  conforme o indicativo, houve um aumento de 58,43%.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo