Geral

COVID-19 15/01/2021 09:21

Edna Sampaio diz que prefeito está enganando o povo de Cuiabá e cobra "plano de verdade" para vacinação

Vereadora do PT cobra transparência e informações reais sobre suposto plano de vacinação anunciado por Emanuel Pinheiro

Da Redação

A vereadora do PT de Cuiabá, Edna Sampaio, não acredita que haja, de fato, o alegado plano de vacinação contra a Covid-19 anunciado pelo prefeito da capital, Emanuel Pinheiro (MDB). Pinheiro anunciou na quinta-feira, 14, que já tem tudo encaminhado para começar a vacinação dia 20, quarta-feira da próxima semana. A vereadora anunciou que vai protocolar ainda nesta sexta-feira, 15, um pedido de informações detalhadas sobre o suposto plano junto à Secretaria Municipal de Saúde.

Para a vereadora petista, as informações divulgadas até agora pelo prefeito e pela secretária de saúde do município, Ozenira Félix, "são nebulosas" e não passam para a sociedade a necessária segurança sobre os procedimentos que precisarão ser adotados para que, efetivamente, a vacina contra o Corona Vírus chegue às pessoas.

Na avaliação da parlamentar, o que se viu até agora por parte das autoridades do Pode4r Executivo se assemelha em tudo a uma mera encenação. "Não tem nada de consistente que possa nos indicar que a vacina vai realmente acontecer. Nós precisamos começar a ficar espertos. Eles querem mostrar que estão cuidando da vacinação, mas nosso papel é mostrar que, na verdade, não tem vacina para todo mundo”, disse a veradora à jornalistas na manhã de hoje.

Conforme a vereadora, as informações tornadas públicas pelo executivo cuiabano de que está tudo organizado, que o governo do Estado está preparado para a vacinação e que já dispõe de três milhões de seringas não convence ninguém. Edna Sampaio cobra a apresentação de um plano transparente, com medidas concretas, com calendário definido e logística previamente organizada que possa ser vista e acompanhada pela sociedade.

"Até agora, só ouvimos palavras vagas, o prefeito não apresentou um plano de vacinação por escrito, dizendo o que e quando as ações ocorrerão, quem irá receber a vacina e quando isso vai acontecer de fato. Nós temos a eficácia garantida, mas a eficiência, que depende do poder público, ainda não temos”, salientou a vereadora.

A parlamentar petista lembra que o Governo Federal anunciou que disporá de oito milhões de doses de vacinas, sendo seis milhões da Coronavac e dois milhões da Astra/Zeneca que devem ser importadas da Índia. O problema, destaca a vereadora, é que o governo da Índia não liberou a exportação de vacinas contra a Covid-19.

Para piorar o cenário já dramático, as doses disponíveis da Coronavac no Brasil, pelos critérios de proporcionalidade na distribuição estabelecidos pelo Ministéerio da Saúde, só permitem a vacinação de pouco mais de 14 mil pessoas em Mato Grosso. "Não estão falando a verdade para a nossa população", denuncia Edna Sampaio.

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo