Municipio

CONTAS AJUSTADAS 01/10/2015 11:14

Prefeitura de Várzea Grande alcança equilíbrio financeiro

Da Redação

Com Assessoria

A Prefeitura de Várzea Grande alcançou, neste segundo quadrimestre de 2015, o tão esperado equilíbrio financeiro em seu orçamento. O resultado foi apresentado pelo secretário de Gestão Fazendária de Várzea Grande, César Miranda. O secretário revelou que as metas fiscais do segundo quadrimestre do exercício 2015 foram alcançadas e dão mais segurança para a manutenção dos programas e serviços públicos do município no último trimestre do ano.

Miranda comemorou o feito, destacando que isso foi possível graças às medidas de austeridade e aprimoramento da gestão financeira implantadas pela administração da prefeita Lucimar Campos (DEM).

Segundo Cesár Miranda, houve evolução na arrecadação de 8,84%, que passou de R$ 126,07 milhões para R$ 137,22 milhões. O incremento da receita, por si mesmo, não seria garantia de equilíbrio nas contas, lembrou o secretário. Pois a responsabilidade nos gastos é o que pesa mais para a manutenção de um equilíbrio fiscal. "É preciso gastar de forma correta e com responsabilidade e planejamento como a gestão Lucimar Campos vem fazendo", disse o secretário.  

Como destaca o secretário da Pasta, César Miranda, mesmo reconhecendo o momento de grande incerteza econômica do país já com reflexos no Município, a condução fiscal fazendária de Várzea Grande vem sendo feita com zelo, equilíbrio e pautada em prioridades e por isso, “dentro desse contexto nacional de crise, vamos nos sobressaindo, pois vários municípios do Estado já demonstraram dificuldades no pagamento de salários, algo que não ocorre aqui”.

A comprovação da evolução da arrecadação e da gestão voltada para priorização das áreas essenciais que possuem aplicações constitucionais obrigatórias, a exemplo da saúde pública, que ao invés dos 15% da receita corrente está em 20,88% de aplicação, ou seja, de R$ 21,59 milhões (15%), foram adicionados da receita própria R$ 8,46 milhões que totalizaram um volume total de R$ 30,05 milhões (21,88%) no período.

Outro indicador que demonstra que os resultados da atual administração pública podem ser considerados muito bons, como frisa o secretário de Gestão Fazendária, é a média mensal de arrecadação do exercício 2015 na comparação com os meses (janeiro a dezembro) de 2013 e 2014. Enquanto a média dos outros anos foi de R$ 27,10 milhões e R$ 30,20 milhões, respectivamente, e a de 2015, em apenas oito meses (janeiro a agosto) é de R$ 32,90 milhões.

A receita arrecadada neste 2º quadrimestre cresceu 7,26% na comparação com o mesmo momento do ano passado, ao somar R$ 263,30 milhões contra R$ 245,48 milhões.

Como explica o secretário de Gestão Fazendária, César Miranda, a demonstração dos números em audiência pública atende ao disposto no art. 9º, § 4º da Lei Complementar 101/2000 e as informações municiam órgãos de controle, como o Tribunal de Contas do Estado (TCE). “A audiência, mais do que um rito constitucional, é um momento onde o poder Executivo expõe de forma transparente onde e como estão sendo aplicados os recursos públicos arrecadados por meio do recolhimento dos impostos de cada cidadão. Na gestão da prefeita Lucimar a receita pública vem sendo uma preocupação diária. Estamos implementando ações para melhorar a arrecadação e priorizando investimentos em serviços essenciais, cuidando da receita e despesa e atuando sempre de maneira transparente”.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo