Municipio

INDÚSTRIA DE MULTAS 13/10/2015 10:10

Secretário deve ir à Câmara explicar critérios para instalação de radares em Cuiabá

Da Redação

Com Assessoria

O Secretário Municipal de Mobilidade Urbana de Cuiabá, Thiago França, terá que ir à Câmara Municipal nos próximos dias explicar aos vereadores, os critérios adotados pelo município para instalação de radares eletrônicos e para a aplicação de multas por meio deste sistema à motoristas. A convocação do secretário é uma iniciativa doi vereador Ricardo Kleim (PSD) que apresentou um requerimento à Mesa Diretora solicitando o comparecimento de França ao parlamento municipal. 

O vereador também apresentou uma indicação endereçada à Semob para que a Pasta não instale fiscalização em semáforo que não tenha temporizador. Ele destacou que existe uma lei federal que obriga todo tipo de radar eletrônico, quando colocado em semáforo, seja acompanhado de um temporizador.

“É uma questão de segurança, ao trânsito e aos motoristas. O temporizador traz segurança, o cidadão olha e percebe que faltam 3 segundos para fechar ele já reduz a velocidade e vai parando. Sem o temporizador, de uma hora pra outra o sinal fecha e o condutor está com o pneu sobre a faixa e acaba multado. Às vezes também freia bruscamente e ocorrem as colisões traseiras. Já tem estudos comprovados, inclusive em Cuiabá, que quando tem temporizador instalado no semáforo reduz em 40% o número de acidentes”, justificou Ricardo Kleim durante a sessão desta quinta-feira (8).

Indústria das multas

O vereador explicou que conversou com algumas pessoas que estão buscando seus direitos diante em relação às multas. “Há uma suspeita, conversando com vários segmentos, que retornou em Cuiabá a indústria das multas. Nós temos algumas denúncias de pessoas que a placa do carro estava ilegível e no mês de abril foi feita a substituição. Agora em setembro, mesmo com a placa novinha o cara recebeu uma multa no dia 14 de setembro dizendo que a placa está ilegível. Esse é só um dos exemplos”, relatou o parlamentar.

Ele destaca que pediu urgência na convocação do secretário porque são inúmeras as reclamações e questionamentos não esclarecidos sobre a instalação e funcionamento dos radares em ruas e avenidas de Cuiabá.

“O cuiabano hoje vem sendo desrespeitado em algumas questões. Os radares vêm sendo colocados de forma totalmente desrespeitosa. Hoje você não sabe o que está tirando foto, o que não está. Que tipo de radar está funcionando, se é aquele que faz uma fiscalização de passagem no sinaleiro, então estamos querendo explicações nesse sentido”, disse Ricardo.

“O secretário precisa vir explicar quais os critérios usados para instalar os radares. A gente nunca sabe quais radares estão ou não funcionando. Como são emitidas as multas por câmeras de monitoramento. Tem que haver um sistema se liberar multa por monitoramento precisa ter um regramento muito justo”, finalizou.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo