Nacional

14/05/2020 09:13

Rede de entidades sociais e sindicais articulam pedido de impeachment de Bolsonaro

A Executiva nacional do PT deve formalizar, junto com outras agremiações de esquerda e centro-esquerda, adesão a documento que pede o impeachment do atual ocupante do Palácio do Planalto, que já conta com apoio de 300 entidades democráticas

Da Redação

Uma ampla rede de instituições sociais está se articulando para apresentar nos próximos dias um pedido de impeachment do atual ocupante do Palácio do Planalto, Jair Messias Bolsonaro. O pedido irá listar uma séria de crimes de responsabilidade cometidos pelo presidente ao longo do mandato.

O pedido de impeachment de Bolsonaro deverá ainda dar ênfase nas ações praticadas por ele durante este período da pandemia do Corona Vírus e na reunião do dia 22 de abril em que explicitou sua interferência direta na Polícia Federal para defender os interesses dos seus filhos.

PT e Psol apoiam impeachment

Na última quarta-feira, 13, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva publicou em uma rede social que Bolsonaro atua com a ideia de instaurar um governo autoritário no Brasil. Lula cobrou ainda do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, que aprecie e ponha em discussão os mais de 30 pedidos de impeachment já acumulados em sua gaveta.

Para o ex-presidente Lula, o Brasil não aguenta mais três meses do jeito que está sendo governado. 

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PT-PR), por sua vez, afirmou que está se formando um consenso dentro da legenda de que chegou a hora de o PT colocar na rua um bloco amplo de forças a favor do impeachment.

O Psol, por sua vez, evoluiu internamente as discussões sobre o apoio ao impeachment de Bolsonaro. Uma ala do partido já havia agido à revelia da direção partidária e defendido publicamente a destituição do presidente. O principal nome do partido no país, o professor e líder do MTST, Guilherme Boulos é abertamente favorável a instauração de processo de impeachment do mandatário do Planalto.

Outros partidos de centro-esquerda, como Rede, PDT e PSB também já formalizaram pedidos de abertura de um processo de afastamento na Câmara. 

Dos principais partidos de esquerda, o PCdoB é um dos que ainda não definiu se irá apoiar ou não o pedido de impeachment.

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo