Polícia

ESTELIONATO 31/01/2018 11:48

Universitária é presa em MT por aplicar "golpe da UTI" em idoso

Suspeita foi detida quando tentava desbloquear cartão de crédito

Da Redação

A universitária Taiana Cristina Meneguetti Sanches, 20, foi presa na manhã de terça-feira (30) após aplicar um golpe em um idoso de 71 anos. A prática é conhecida como "golpe da UTI”. 

A prisão foi efetuada pela Polícia Civil da Delegacia Especializada Roubos e Furtos na cidade de Barra do Garças (521 km de Cuiabá).

As informações são de que a estudante recebeu a quantia de R$ 2 mil em sua conta após convencer um senhor de 71 anos de que seu filho – internado na UTI de um hospital em Brasília (DF) – precisaria realizar um exame de urgência. 

Conforme a Polícia Civil, a jovem atuava junto com um comparsa e foi presa quando precisou ir a uma agência bancária para desbloquear o cartão. De acordo o delegado Wilyney Santana Borges, esse é o segundo caso do “Golpe da UTI” registrado em Barra do Garças. 

O caso ainda continua sob investigação da Polícia Civil para apurar a participação de outras pessoas.

GOLPE DA UTI

No golpe da UTI os criminosos se fazem passar por médicos e conseguem dados sobre o estado de saúde de pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Pelo telefone exigem dos familiares valores em dinheiro para procedimentos ou remédios para salvar as vidas dos doentes, dizendo que o plano ou o hospital não cobre esses procedimentos.

Os telefonemas, geralmente, são feito por detentos.

Fonte: Folhamax
 

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo