Polícia

AMEAÇA DE FACÇÃO 22/03/2018 08:24

Criminoso que ameaçou agentes carcerários em audios foi identificado

Uma das ameaças foi gravada e distribuida por um preso que estava detido no Presídio da Mata Grande em Rodonópolis

Da Redação

O presidiário Jonathan Oliveira da Silva, que cumpre pena na Penitenciária Major Eldo Sá Correa (Presídio da Mata Grande), em Rondonópolis (218 km de Cuiabá) é o autor de um dos áudios que circularam nas redes sociais ameaçando de morte agentes carcerários. O suspeito possui passagens por roubo, tráfico de drogas e organização criminosa. A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) foi acionada e realizou a condução do suspeito para Derf de Rondonópolis.

A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), com apoio do Núcleo de Inteligência de Cuiabá e da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis agiu rápido para identificar o autor de um dos áudios com ameaças de ataques a agentes penitenciários. As ameaças foram feitas depois da rebelião na Penitenciária Central do Estado Pascoal Ramos em que um detento acabou morto com um tiro na cabeça.

Depois que o autor de uma dos "salve" foi identificado, foram realizadas buscas na cela em que o preso estava mantido. Na cela foi localizado três aparelhos celulares. De acordo com o delegado do GCCO, Diogo Santana Souza, os celulares apreendidos serão encaminhados para Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

“O objetivo é materializar as ameaças com a apreensão do aparelho utilizado pelo reeducando. As investigações estão em andamento para identificação dos autores dos demais áudios. Os envolvidos poderão ser responsabilizados pelo crime de integrar organização criminosa com pena que pode chegar a 8 anos de prisão”, destacou o delegado.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo