Polícia

CRIME ORGANIZADO 29/04/2018 08:53

Organização criminosa é desbaratada pela polícia em Canarana

Grupo formado por mais de 30 pessoas era responsável por crimes em série praticados dentro e fora dos presídios

Da Redação

Com Assessoria

 
A Polícia Judiciária Civil indiciou 30 pessoas por crime de integrar organização criminosa, em complexo inquérito policial na Delegacia da Polícia Civil de Canarana (823 km a Leste) de quase 250 páginas.

Na investigação, a Polícia Civil demonstrou haver estreita relação de vínculo entre os indiciados. Muitas pessoas estão em outras cidades do estado. Algumas delas possuem função específica de receber contribuições dos integrantes da organização criminosa, direto em contas indicadas por lideranças do grupo investigado.  

Cinco pessoas tiveram prisões preventivas decretadas no curso das investigações.

As investigações apontaram haver comunicação entre membros da organização que estão no Sistema Prisional (cadeias e presídios) com integrantes do bando que estão em liberdade para as ações criminosas, como os chamados “salves” (atentados contra órgãos públicos e ou privados), negociações de  drogas que são vendidas dentro e fora das unidades prisionais do estado.

A Polícia Civil de Canarana tem combatido de forma incessante organizações criminosas que tentam a todo custo se firmar no interior do Estado como poder paralelo.

Segundo o delegado, Deuel Santana, o inquérito policial remetido ao Judiciário,  constitui importante fonte de conhecimento produzido e suportará ações das forças de segurança no enfrentamento a criminalidade.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo