Política Estadual

CASA DOS HORRORES 08/01/2018 11:24

Câmara gasta R$ 42 milhões em 2017

Presidente Justino Malheiros é campeão de faltas com 15 ausências em votações na Casa

Da Redação

A Câmara Municipal de Cuiabá gastou quase R$ 500 mil só com a limpeza e manutenção da Casa. É o que dizem dados do Portal da Transparência.

No total, a “Casa dos Horrores” já gastou R$ 39,6 milhões, dos R$ 41,9 milhões empenhados do orçamento relativo a 2017, para despesas. Os gastos com limpeza e conservação da Câmara somaram R$ 495 mil, dividido em quatro pagamentos, feitos para a empresa Medeiros & Curvo Ltda.

Ela é acusada de superfaturamento pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que realizou uma auditoria na Casa, relacionada as contas de 2016. Outros pagamentos feitos pela Câmara acima da faixa dos R$ 100 mil foram para a Apis Comércio Informática (R$ 291 mil), Ar Frio Comércio e Serviço de Ar Condicionado (R$ 106 mil), Gextec (R$ 227 mil), Vídeo Close Produções (R$ 338 mil), e Energisa (R$ 299 mil).

Dos pouco mais de R$ 40 milhões gastos pela Câmara, quase 25% é gasto com o custeio dos parlamentares. São R$ 9 milhões por ano, entre salários e verba indenizatória para os 25 vereadores da Casa.

Eles recebem R$ 15,9 mil de vencimentos, somados a 60% deste valor como VI para custeio do gabinete. Um levantamento sobre a presença dos vereadores em sessões na Câmara com votação de projetos, em 2017.

O campeão de faltas é o presidente da Casa, Justino Malheiros (PV), com 15 ausências, sendo sete sem justificativa. O único que esteve em todas as votações foi Elizeu Nascimento (PSDC), que também é sargento da PM, lotado no batalhão da Rotam.

Entre os mais faltosos, dois vereadores do PSDB dividem a vice-liderança. Os tucanos Adevair Cabral e Toninho de Sousa, com 12 ausências, tiveram uma falta a mais do que Dilemário Alencar (Pros) e Juca do Guaraná (Avante).

Entre os que menos faltaram estão Diego Guimarães (PP) e Abílio Júnior (PSC), com uma ausência. Com duas faltas, ficaram os vereadores Wilson Kero Kero (PSL), Gilberto Figueiredo (PSB) e Marcelo Bussiki (PSB). Vinicyus Clovito, licenciado para comandar a Secretaria Municipal de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, não está na lista.

JUSTIFICATIVAS

O presidente da Câmara, Justino Malheiros, segundo sua assessoria, fez duas cirurgias nas mãos, o que motivou algumas das ausências. Adevair Cabral afirmou que nunca faltou e que as ausências são um equívoco da Casa. Juca do Guaraná disse que atendeu demandas externas, como visitas a unidades de saúde e viagens para Brasília. 

Fonte: Folhamax
 

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo