Saúde e bem estar

13/11/2015 14:30

Secretário rebate Sindimed e diz que medidas judiciais já estão sendo adotadas para não prejudicar a população

MARIA BARBANT / SECOM-CUIABÁ

O secretário de Saúde de Cuiabá, Ary Soares de Souza Junior, rebateu na manhã desta sexta-feira (13), durante coletiva de imprensa, todas as alegações que segundo a direção do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed-MT), teriam motivado a paralisação de profissionais médicos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Morada do Ouro e policlínicas da capital, na quinta-feira (12).

“As alegações de que estaria havendo supressão no pagamento de horas extras e insalubridade, na verdade estão sendo colocadas de modo equivocado e não tem fundamento”, ressaltou.

Ary Soares disse que a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Procuradoria-Geral do Município, está tomando todas as medidas judiciais no sentido de manter o atendimento à população, inclusive pedir a ilegalidade do movimento.

Ainda segundo Ary Soares, a Secretaria de Saúde está acompanhando o atendimento nas unidades de média e alta complexidade no sentido de que a população não seja prejudicada pela paralisação.

Acompanhado dos secretários-adjuntos de Assistência, Daoud Mohd Khamis Abdallah, de Gestão, Janete Manica Evangelista e da assessora jurídica da secretaria, Kelluby de Oliveira Silva, Ary Soares disse que a atual gestão da Prefeitura e da Secretaria de Saúde de Cuiabá, está aberta a sentar com todas as categorias e vem fazendo isso nas rodadas de negociações no Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso solicitou ao Sindimed-MT, inclusive com a presença do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes e, nesta semana, com o secretário-adjunto de Assistência, Daoud Abdallah; do procurador de justiça, Ronilson Rondon de Souza, representantes da Secretaria de Gestão e da Assessoria Jurídica da Secretaria.

Em relação aos problemas apontados pelo Sindimed-MT, Ary Soares disse que foi solicitado ao Sindicato que encaminhasse relatório à Secretaria Municipal de Saúde a fim de que possa ser feito um levantamento, ainda não encaminhado pelo sindicato da categoria.

Com relação às atividades do Hospital Municipal São Benedito, que segundo o Sindimed-MT não estaria alcançando as metas de implantação, Ary Junior disse que no mês de outubro o Hospital atingiu 30% a 50% a mais da meta prevista, dependendo do procedimento realizado nas duas especialidades hoje atendidas, ortopedia e neurologia.

Em outubro foram realizadas 231 cirurgias ortopédicas (a meta era de 231) e 47 cirurgias neurológicas (a meta era 30). Em três meses de funcionamento, já foram realizadas mais de 820 cirurgias de ortopedia e neurologia no Hospital São Benedito.

A unidade hospitalar possui uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e a previsão é de que até o final do mês de novembro, com o inicio das cirurgias cardíacas, seja implementada uma UTI.

UPA's

Ao ser perguntado pelos jornalistas em relação a finalização de obras como as das UPA’s Pascoal Ramos e do Verdão, o secretário disse que estão dentro do cronograma.

“Hoje Cuiabá atende a demanda, agravada pela ineficiência, de praticamente todos os 16 polos de saúde de Mato Grosso e, em nenhum momento, deixaremos de atender propositalmente, a população, na rotina diária das nossas unidades de saúde ou plantões, ou em outra circunstancia qualquer”, ressaltou Ary Soares de Souza Junior.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo