Turismo

07/05/2014 15:22

Silval e Ministro discutem recepção à turistas na Copa

Da Assessoria

O mapeamento da oferta de hospedagem em Mato Grosso para a Copa do Mundo 2014 foi um dos pontos principais da reunião do governador Silval Barbosa com o ministro do Turismo, Vinicius Lages, na manhã desta quarta-feira (07.05), no Palácio Paiaguás. Participou da agenda o presidente da Embratur, Vicente Neto, além do presidente da empresa aérea boliviana Amaszonas, Sérgio Deurioste, que anunciou o início de voos regulares entre Brasil e Bolívia.
 
Cuiabá é uma das cidades-sede que vai receber o maior número de turistas fora do Brasil por conta dos jogos, como das seleções do Chile e Colômbia, países próximos, e do Japão que tem tradição de turismo muito forte e uma colônia presente. ?O que é muito importante para nós, assim como a confirmação da presença da presidente do Chile, Michelle Bachelet, em Mato Grosso durante os jogos da seleção chilena?, assinalou Lages.
 
O ministro avalia que a oferta mapeada de hospedagem existente assegura o atendimento a essa demanda durante a Copa do Mundo, ao se referir ao programa ?Cama e Café?, que é desenvolvido pelo Governo de Mato Grosso, em parceria com a Prefeitura de Cuiabá.
 
?Há uma grande procura de ingressos desses países [Chile e Colômbia, próximos a Cuiabá] e estamos trabalhando com uma hospedagem alternativa, já que os perfis de parte desses turistas não demandam a essa hospedagem que está sendo ofertada. Por isso o Cama e Café?, declarou. Já estão confirmados a venda de mais de 17 mil ingressos para o Chile e 12 mil para a torcida colombiana.
 
O governador Silval Barbosa classificou a vinda do ministro como fundamental para a amarração dos últimos detalhes. Segundo ele, existe uma preocupação natural do governo com a receptividade dos turistas que virão para Cuiabá, Mato Grosso. ?Os números consolidados, de pessoas que confirmaram a presença, passam de 30 mil. Esse é um ponto que vamos focar agora: receber bem, já que Cuiabá será a cidade que vai receber o maior número de torcedores fora do país. Se recebermos bem, esses serão o potencial turista do futuro?, previu.
 
Além do programa Cama e Café, camping, quartos em apartamentos, o governador anunciou que serão disponibilizadas as escolas que têm ar-condicionado como opção de hospedagem.
 
 Linha Aérea - No próximo dia 22, quinta-feira, acontece o primeiro voo teste da linha internacional que será inaugurada e será operacionalizada de forma permanente pela empresa boliviana Amaszonas. Durante a Copa, a empresa vai operar com voos diários e depois três dias da semana. ?Já estamos trabalhando com a Polícia Federal e Receita Federal para termos a estrutura para partir alfandegado?, garantiu.
 
O presidente-executivo da empresa, Sérgio Deurioste, disse que atualmente se demora mais ir de Cuiabá a Santa Cruz de La Sierra que ir a Europa. E com o início dos voos, entre sair de casa, ir ao aeroporto, desembarque e ir para o hotel, não vai demorar mais que três horas e não 16 horas como é hoje. Deurioste diz que a Copa, em principio, é uma prioridade por isso vai operar diariamente durante o torneio e depois serão três vezes por semana.
 
Participaram ainda o diretor de gestão Estratégica do ministério, Ítalo Mendes; diretor de Produtos e Destinos, Marcelo Lima; o secretário-chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf, o secretário de Estado de Turismo, Jairo Pradela, e de Turismo de Cuiabá, Marcus Fabrício.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo