Turismo

18/06/2013 17:52

Ministério do Turismo prepara programa de incentivo a viagens para trabalhadores

Rio de Janeiro - O Ministério do Turismo deve lançar até o final do ano o Programa Viaja Mais Trabalhador, voltado para pessoas com renda de até quatro salários mínimos, antecipou hoje (18) o secretário executivo da pasta, Valdir Simão. A meta é incentivar a população de classe média baixa a viajar mais pelo país.

O programa deve ser semelhante ao Viaja Mais Melhor Idade, que oferece facilidade para reserva de hotéis, passagens e crédito mais acessíveis para idosos e aposentados. Para baratear custos, há a expectativa de parceria com o Ministério do Trabalho, por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

"O Ministério do Trabalho demonstrou interesse em estar conosco porque é um benefício direto ao trabalhador. Estamos discutindo de que forma", disse Simão. Caso o FAT não possa ser usado, outra possibilidade, é o financiamento de viagens a juros mais baixos. "A ideia é que o trabalhador tenha um crédito que pode vir com taxas de juros diferenciadas?, explicou.

Com o programa Programa Viaja Mais Trabalhador, o Ministério do Turismo pretende oferecer serviços com preços mais acessíveis. "Até um quarto das famílias com renda para viajar não viaja", completou. Até 2016, o governo federal pretende estimular 216 milhões de viagens domésticas.

Simão também acrescenta que o financiamento dos pacotes turísticos deve ser feito por meio da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, mas não deu detalhes.

Mudanças no Viaja Mais Melhor Idade, voltado para idosos, também são esperadas para as próximas semanas. O governo tem a meta de oferecer reserva de hotéis e pacotes em baixa temporada "com preços e financiamento diferenciados".

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo