Variedades

MUSEU A CÉU ABERTO 30/01/2018 09:16

Cuiabá ganha novas obras de arte urbanas

A cidade amanheceu mais colorida como resultado de diferentes iniciativas

Da Redação

Quem passou pela rotatória do Viaduto Jornalista Clóvis Roberto, mais conhecido como viaduto da UFMT, se deparou com “obras” diferentes nessa quinta-feira (29) – as de arte. Já o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) ganhou mais alguns grafites para a composição que estampa o muro do ginásio da instituição.

“A ideia é dar mais vida, alegria e cor para esse espaço que estava morto, além de valorizar a região com todo esse movimento que ela tem”, afirmou Fred Hortelli Fogaça. O artista coordena as pinturas que começaram a ser realizadas nas colunas da rotatória que divide o Córrego do Barbado e o Shopping Três Américas, sustentando o viaduto.

Segundo ele, a intervenção é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos que convidou artistas plásticos para compor a obra de paisagismo, recentemente realizada no local. O resultado deve ser semelhante ao realizado no Viaduto do Despraiado, na Avenida Miguel Sutil, e pode ganhar ainda esculturas do artista que representarão a fauna do pantanal.

As pinturas começaram a ser feitas na última sexta-feira (26) e devem ficar prontas até a próxima semana. “Ontem fizemos até churrasco aqui”, conta Fogaça. Serão 23 colunas coloridas por sete artistas regionais de diferentes estilos e técnicas, dos mais tradicionais aos mais modernos. “Isso aí tem que acontecer, o custo é barato e a cidade fica mais bonita”, ressalta.

Foto: Divulgação/Ednilson Aguiar/Olivre

Na Avenida Marechal Deodoro a história é diferente. “A tinta é nossa e a gente faz porque a gente gosta”, afirma André Gorayeb, o Gorá. Junto aos amigos artistas, Presto e Moret, aproveitaram o fim de semana e a abertura da administração do IFMT para preencher o muro do ginásio.

“Estes a gente fez porque teve vontade. Nem prefeitura, nem governo ajudaram não”, garante. O muro já enche os olhos de quem passa na região pela quantidade de cor que o local ganhou após o projeto de pintura do ponto de ônibus, o edital de grafite da SEC e as constantes iniciativas independentes.

“Como o colégio já tinha liberado, as vezes a gente vai lá pintar. E lá é de boa, a gente pode levar a galera que quer aprender que a polícia não incomoda e é tranquilo”, completa Gorá.

Fonte: O livre
 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo