Direção do PT nega candidatura de Ester Tigresa e pode ter convenção impugnada

Advogados da atriz Ester “Tigresa Vip” estudam ação junto ao TRE que pode inviabilizar palanque da oposição
Ester Caroline Pessato, a "Tigresa Vip" pode impugnar a convenção do PT e derrubar palanque da oposição (Foto:Arq.Pessoal Ester Tigresa/Facebook)

Da Redação

A convenção do Partido dos Trabalhadores (PT) em Mato Grosso poderá ser impugnada junto à Justiça Eleitoral. A medida está sendo estudada pelos advogados da atriz Ester Caroline Pessato, a “Tigresa Vip”. A atriz teve sua postulação como candidata a deputada estadual ignorada pela cúpula estadual petista.

A direção estaudual do PT em Mato Grosso, mais uma vez, atropelou os estatutos do partido ao impedir que a atriz Ester Caroline Pessato, tivesse sua candidatura apresentada aos convencionais da legenda durante a convenção realizada na tarde desta sexta-feira, 05.

A atriz foi literalmente ignorada pela cúpula que comanda o PT mato-grossense, que levou à convenção uma lista fechada sem ter concedido à Ester Pessato qualquer oportunidade de se manifestar diante dos filiados, dos convencionais ou mesmo da própria direção do partido.

Ao ignorar os direitos de Ester Pessato como cidadã filiada ao partido, o presidente do PT, deputado Valdir Barranco e demais membros da Executiva Estadual desrespeitaram uma decisão judicial que determina que a direção petista assegure a atriz todas as prerrogativas de membro da legenda.

Segundo a atriz, seus advogados deverão analisar agora qual a melhor medida judicial cabível, se um pedido de impugnação da convenção ou outra ação que possibilite o registro da candidatura à deputada estadual.

QUEDA DE BRAÇO

A atriz vem travando uma dura e desproporcional queda de braço com os dois principais opositores de sua presença nas fileiras do PT em Mato Grosso, os deputados estadual Valdir Barranco e a federal Rosa Neide Sandes. Atuando de forma combinada, Barranco e Rosa Neide tem feito de tudo para cercear os direitos de Ester Tigresa.

A deputada Rosa Neide chegou a ter um audio vazado em que assume que seu preconceito falso-moralista contra Ester Tigresa por ela ser atriz de vídeos pornográficos. A parlamentar confessou no audio que pressionou a presidenta nacional do PT, deputada Gleise Hoffmann, a não aceitar a filiação de Ester Tigresa ao partido.

Já o presidente do Diretório Regional, Valdir Barranco, vem manobrando os membros da Executiva que integram seu grupo e ocupam cargos em seu gabinete para se posicionarem em desfavor de Ester Pessato em seus recursos nas instâncias partidária.

Essa atitude dos dois graduados dirigentes do PT local despertou um movimento de resistência e defesa da atriz nas bases da militância petista. Em vários grupos, filiados, membros de diretórios municipais, integrantes de diversas correntes da legenda manifestam diariamente seu repúdio e externam pesadas críticas à Rosa Neide e Valdir Barranco.

A repulsa aos dois dirigentes deve crescer ainda mais e até extrapolar as hostes do petismo nos próximos dias caso os advogados de Ester Pessato optem por impugnarem a convenção da Federação PT,PV,PCdoB que confirmou a única candidatura de oposição à Mauro Mendes (UB).

Caso a convenção do PT seja impugnada, o palanque de Lula em Mato Grosso, que terá Márcia Pinheiro (PV) candidata ao Governo do Estado pode ser desarticulado.

Compartilhe:

Com muito ❤ por go7.site