Lula critica presidente da Câmara e diz que Lira age como se fosse um imperador

Para Lula, o atrual presidente da Câmara dos Deputados age como se fosse um “imperador” e trabalha para aumentar seu poder na próxima legislatura com a proposta casuística do “semipresidencialismo”do
Ex-presidente Lula: "é preciso eleger um Congresso que respeite o equilíbrio entre os poderes" (Foto:Reprodução Web/TVPT)

Da Redação

Com G1

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou nesta terça-feira,03, a criticar o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), que é aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL) e defensor do semipresidencialismo, uma manobra casuística para reduzir os poderes do Chefe do Poder Executivo brasileiro a partir do próximo mandato, dando controle à Câmara dos Deputados sobre atos executivos como a gestão e execução do orçamento da União.

Em evento promovido pelo partido Solidariedade para oficializar o apoio à pré-candidatura de Lula nas eleições deste ano, o petista comparou Lira ao imperador do Japão. “Se a gente não eleger uma maioria de deputados que estão comprometidos com os discursos que nós temos aqui, e a gente ganhar as eleições, e o atual presidente da Câmara [Arthur Lira] vai continuar com o poder imperial. Porque ele já está querendo criar o semipresidencialismo. Ele já quer tirar o poder do presidente para que o poder fique na Câmara dos Deputados e ele aja como se fosse o imperador do Japão”, afirmou o ex-presidente.

O Japão é uma monarquia constitucional parlamentarista, cujo chefe de estado é o imperador Naruhito, e o chefe de governo é o primeiro-ministro Fumio Kishida.

“Ele [Arthur Lira] acha que pode mandar, inclusive administrando o orçamento. O orçamento é aprovado pela Câmara, pelo Congresso, e o orçamento tem que ser administrado pelo governo, que é para isso que o governo é eleito”, completou Lula.

Em fevereiro, o presidente da Câmara afirmou que deverá fazer campanha pela reeleição do presidente Jair Bolsonaro “por coerência”. Isso porque, justificou Lira, o presidente licenciado do PP, Ciro Nogueira, é o atual ministro da Casa Civil, e o PP integra a base de apoio de Bolsonaro no Congresso Nacional.

REAÇÃO

Em resposta às críticas de Lula, o deputado Arthur Lira afirmou afirmou em Brasília que “ele [Lula] me comparar, dizendo que eu sou poderoso, ao imperador do Japão, ele comete um ato falho da política mundial muito grave. Ele bateu foi no primeiro-ministro do Japão, que é quem tem o poder lá, porque o imperador lá não manda em nada”.

“O presidente Lula não tem o que falar sobre o deputado Arthur Lira porque ele não me conhece. Nunca conversou comigo, nunca tomou um café. Eu nunca bati um papo, nunca tive o prazer ou desprazer de estar com ele”, rebateu.

E emendou: “Falar sobre semipresidencialismo é uma grosseria, é desinformação. Ele não pode querer pautar, antes de ser eleito ou não, o que esse Congresso vai debater. Todos vocês estão cansados de saber, nós queremos uma proposta de debate. E uma comissão está formada para debater um assunto para implementação em 2030, se for aprovado. Eu posso até ser comprovado a um imperador, mas nunca a um ditador”.

Compartilhe:

Com muito ❤ por go7.site