Geral

CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES 04/10/2017 08:24

Servidores da Eletronorte e de outros órgãos param em Cuiabá em protesto contra privatização

Manifestação foi realizada nesta terça-feira (3), data em que a Petrobras completa 64 anos, em frente à Eletronorte, em Cuiabá. Em agosto, Temer anunciou pacote de privatização que inclui 57 bens estatais.

Da Redação

Servidores das Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. (Eletronorte) e de outros órgãos federais, além de bancários e membros de entidades sindicais, fizeram um protesto nesta terça-feira (3), em frente à Eletronorte, na Estrada do Moinho, em Cuiabá, contra a privatização do serviço público. O ato faz parte do 'Dia de Luta Pela Soberania Nacional', que mobilizou protestos em vários estados.
De acordo com o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Mato Grosso, João Dourado, além dos servidores públicos, participaram do ato integrantes da CUT e do movimento Frente Brasil Popular. "A manifestação é em defesa da soberania nacional, da Petrobras, da Eletrobrás e dos bancos públicos", declarou.
A estimativa é de que 400 pessoas tenham participado do protesto, que foi realizado nesta data em alusão ao aniversário de 64 anos da Petrobras.

Pacote de privatizações
 
Os protestos foram impulsionados, principalmente, contra o pacote de privatização anunciado pelo presidente Michel Temer, em agosto. A lista 57 bens estatais, entre rodovias, aeroportos, terminais de carga, loteria, usinas hidrelétricas e até mesmo a Casa da Moeda.
Entre os 18 aeroportos que devem passar para a iniciativa privada, cinco são em Mato Grosso. A previsão do governo federal é realizar o leilão dos seguintes aeroportos de Várzea Grande, Rondonópolis, de Sinop, de Alta Floresta, de Barra do Garças, no terceiro trimestre do ano.

Fonte: G1 MT


vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo