Nacional

MORO PARCIAL 18/04/2021 07:54

Suspeição de Sérgio Moro é irreversível, garante Gilmar Mendes

Para Gilmar Mendes, não há qualquer possibilidade de algum recurso mudar a decisão da Segunda Turma que julgou Sérgio Moro um juiz parcial e abusivo na condução de processos contra Lula

Da Redação

O ministro Gilmar Mendes assegurou, mais uma vez, que a condenação por suspeição e parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro nos casos envolvendo o ex-presidente Lula é definitiva. "Essa questão está resolvida. Porque, de fato, nós julgamos o habeas corpus (da suspeição de Moro na Segunda Turma). Nós temos que ser rigorosos com as regras processuais. Não podemos fazer casuísmo com o processo, por se tratar de A ou de B." afirmou o ministro do STF em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo neste fim de semana.

Os comportamentos criminosos e abusivos de Sérgio Moro na condução de processos contra o ex-presidente Lula no âmbito da Opertação Lava Jato, conforme revelou em ampla e bombástica reportagem o jornal francês Le Monde, fizeram parte de uma trama que visava destruir a Petrobras, desarticular as maiores empresas de construção pesada do país e retirar do Brasil a condição de Nação Livre e influente na geopolítica e economia global.

Segundo o ministro Gilmar Mendes, não há qualquer possibilidade da decisão que declarou Moro como juiz parcial e portanto, incapaz para julgar ações contra o ex-presidente Lula, ser alterada em algum momento pelo STF. Mendes lembrou que ele mesmo chegou a ser vencido na posição de levar o Habeas Corpus da defesa de Lula ao plenário da Suprema Corte em um julgamento anterior. "O que é curioso é que eu propus que a matéria fosse afetada ao plenário, na época, em 2018 no início do julgamento. E por três a dois a minha posição ficou vencida. E, agora, a decisão foi tomada", disse ele.

Para o ministro do STF, o petista poderá pedir que o Estado o idenize por tê-lo mantido preso por 580 dias com base em decisões corrompidas e ilegais de Sérgio Moro. "Não sei se ele vai fazer, mas é uma questão a ser considerada", afirmou Gilmar Mendes.


vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo