881x113
Banner 780x100

Deputado prevê Mauro no DEM, mas candidatura ainda é incerta

Da Redação

Recém-filiado ao Democratas (DEM), o deputado federal Fábio Garcia afirmou que o partido ainda não definiu se continuará na base aliada do governador Pedro Taques (PSDB) em uma provável candidatura do tucano a reeleição. Um dos motivos é a possível candidatura de Mauro Mendes ao governo do Estado.

Fábio Garcia, em entrevista a Rádio Capital, na manhã desta quinta-feira, afirmou que Mauro Mendes tem um compromisso com o grupo político composto pelos dissidentes do PSB, de se filiar juntamente com o restante deles, no partido em que se filiassem, neste caso, o DEM.

“Tenho conversado bastante com o Mauro sobre essa questão partidária. Ele sabe de todo movimento que a gente tem feito e de todas as conversas que temos com todos os partidos políticos, em especial com o DEM. Ele tem o compromisso de acompanhar o grupo político. Eu não sei o tempo em que ele fará esse movimento de filiação, mas ele tem esse compromisso conosco de também estar se filiando”, explicou.

Em relação a uma possível aliança com Pedro Taques, Fábio Garcia afirmou que tudo ainda será conversado, mas não descartou também uma possível reedição do compromisso feito nas eleições de 2014. “Cada partido político tem a legitimidade para em cada processo eleitoral, analisar o melhor caminho para Mato Grosso. Vamos sentar para construir uma aliança, que pode até ser renovada. Vamos apostar em um projeto que seja bom para o estado e vamos decidir isso no momento adequado. Vamos conversar com um grupo maior, o que inclui Jayme Campos, Julio Campos, Adilton Sachetti, Dilmar Dal Bosco, Mauro Mendes, entre outros, e decidir”, afirmou.

Garcia afirmou também que a possibilidade de Mauro Mendes ser candidato ao governo depende principalmente do próprio empresário e ex-prefeito de Cuiabá. Segundo o parlamentar, seu colega de partido tem utilizado o tempo permitido para definição de candidaturas, para definir seu futuro político.

“O Mauro tem consciência de que precisa decidir a vida o quanto antes. Acontece que a vida dele não está tão fácil assim para ser decidida. Ele está utilizando, talvez, o tempo que a legislação permite, para poder decidir o que fazer. Não é uma decisão fácil para o Mauro de voltar para a política, que ele saiu dela para resolver questões empresariais e familiares”, disse.

O deputado federal explicou que tem conversado com o ex-prefeito e que a decisão não é simples. Fábio Garcia explicou que Mauro Mendes se afastou para resolver questões pessoais e ainda não as resolveu completamente, explicando também que boa parte destas definições não dependem apenas do seu colega de partido.

“Para ele voltar, essas questões precisam estar resolvidas. São coisas que não estão totalmente sob controle dele. O Mauro tem me dito que está trabalhando muito para tentar resolver estas questões, mas ele não consegue garantir a ninguém, e nem a mim, que ele vá conseguir isso a tempo de voltar para a política”, completou.

Fonte: Folhamax
 

 

Compartilhe:

Com muito ❤ por go7.site