Weather for the Following Location: Cuiaba map, Brazil

26 de maio de 2024 3:22 pm

Bolsonaro reconhece que será preso por seus crimes depois das eleições

“Inquieto” e “transtornado” em alguns momentos, presidente da República tem dito a interlocutores que vai resistir caso receba voz de prisão (Foto:Foto: Evaristo Sá/AFP/Reprodução Web)

Da Redação

Durante encontro com empresários evangélicos, Jair Bolsonaro voltou a expor seu medo de ser preso e condenado pelos crimes que vem cometendo no exercício da Presidência da República. O “mito” afirmou que irá sofrer as mesmas consequências que a golpista Jeanine Añez sofreu por participar do golpe contra o então presidente da Bolívia, Evo Morales.

A fala de Jair Bolsonaro externa a sua certeza de que cometeu diversos crimes de responsabilidade, de traição nacional, de ameaça de golpe de estado, de incentivo a sedição contra as instituições da República, de atentado contra a saúde pública, de corrupção e tantos outros que poderão, e deverão, leva-lo ao banco dos réus assim que perder o foro privilegiado do mandato presidencial.

O jornalista Matheus Schuch, do jornal Valor Econômico, escreveu em artigo publicado naquele periódico em sua versão digital que “A líderes evangélicos, Bolsonaro também voltou a expressar preocupação com uma possível prisão caso não se reeleja. Ele relacionou os processos dos quais é alvo ao caso da ex-presidente da Bolívia Jeanine Añez, presa pelo crime de golpe de Estado. Sem citar nomes, disse ainda que tem sido chantageado e ameaçado com uma possível prisão durante o processo de escolha de ministros para tribunais superiores”.

No encontro com os empresários evangélicos, Bolsonaro voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro. Sem apresentar provas de fraudes nas urnas, Bolsonaro defendeu que o pleito precisaria de aval dos militares.

Conforme o jornalista, Bolsonaro teria dito, textualmente, que o fato de ministros do TSE acreditarem em pesquisas eleitorais descredenciaria os mesmos e todo o sistema de votação eletrônica. “Três [ministros] do TSE acreditam piamente nas pesquisas do Datafolha. Estou fazendo minha parte no tocante a isso. Estou buscando impor, via Forças Armadas, que foram convidadas, a nós termos eleições transparentes”, teria dito Bolsonaro.

 

Compartilhe:

Você pode gostar também... Posts

Feito com muito 💜 por go7.com.br