Pazuello diz que orçamento para combater a Covid 19 não é &#39corrida de 100 metros&#39

Brasil 247

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta sexta-feira (24) que a pasta usou apenas um terço dos 38 bilhões de reais do orçamento destinado para o combate ao coronavírus para manter reservas para o segundo semestre.

De acordo com relatório do Tribunal de Contas da União, o Ministério da Saúde gastou somente 29% do dinheiro que recebeu para ações na pandemia.

“Não é uma corrida de 100 metros e muito menos uma simples planilha de Excel”, disse Pazuello em uma entrevista coletiva. “Nós estamos no meio do ano, ainda temos todo segundo semestre pela frente. Não posso não ter reservas”.

Enquanto isso, o país registrou mais 1.156 mortes provocadas pela covid-19 nas últimas 24 horas. O total de vítimas da doença causada pelo coronavírus ultrapassou a marca dos 85 mil, atingindo 85.238 óbitos.

De acordo com o relatório do TCU, as verbas destinadas para o combate ao covid deveria ser dividida em: R$ 16 bilhões para os fundos municipais de saúde; R$ 9,9 bilhões para os fundos estaduais de saúde; R$ 11 bilhões em ações diretas do ministério como compra de respiradores, testes e equipamentos de proteção; R$ 542 milhões em transferências para o exterior para aquisição de insumos importados.

Segundo os auditores, dos R$ 38 bilhões, o ministério só pagou efetivamente R$ 11,4 bilhões, ou 29% de tudo o que recebeu para combater o coronavírus. O relatório destaca o que classifica como falta de critérios para a distribuição dos recursos por estados.

Compartilhe:

Com muito ❤ por go7.site