Weather for the Following Location: Cuiaba map, Brazil

22 de abril de 2024 6:59 pm

ACUSAÇÃO SEM PROVAS

Arquivada denúncia de Janot contra Mercadante, Lula e Dilma

Magistrado reconheceu falta de provas contra Mercadante e que as acusações contra os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff estão prescritas
A Procuradoria da República no Distrito Federal pediu que a Justiça Federal rejeite a denúncia contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, e contra o ex-ministro Aloizio Mercadante por obstrução de justiça por falta de provas e prescrição da acusação (Foto:Carol Guedes)

Da Redação

Com Conjur

Por ausência de provas, o juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Criminal do Distrito Federal, rejeitou denúncia do Ministério Público contra o ex-ministro Aloizio Mercadante por obstrução de Justiça.

MPF reconheceu que não havia provas contra o ex-ministro Aloizio Mercadante
Na mesma decisão, o magistrado também reconheceu a prescrição das acusações contra os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Eles foram acusados pelo MP de tentar atrapalhar as investigações da finada “lava jato”.

No que diz respeito aos ex-presidentes, o magistrado apontou a prescrição e não julgou o mérito da denúncia. Já sobre Mercadante, o juiz afirmou que não há provas da conduta imputada ao ex-ministro.

“Realizadas as diligências investigativas, não se logrou apurar indícios de autoria e materialidade da prática delitiva”, assinalou ele na decisão. O julgador também citou posicionamento do próprio MPF, que, ao fim da investigação, admitiu que não havia elementos probatórios para caracterizar obstrução de Justiça.

Mercadante e os ex-presidentes foram denunciados pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, que alegava que o ex-ministro atuou para impedir o acordo de delação premiada do ex-senador Delcídio Amaral com o consórcio de Curitiba.

Os advogados de Mercadante, Pierpaolo Bottini e Stephanie Guimarães, celebraram o desfecho da denúncia. “A decisão reconhece corretamente a inexistência de qualquer ato ilícito praticado pelo ministro Aloísio Mercadante. O próprio Ministério Público pediu o arquivamento da investigação”.

Compartilhe:

Você pode gostar também... Posts

Feito com muito 💜 por go7.com.br