881x113
Banner 780x100

Taques reclama que "apanhou" do PSDB por Mauro e diz confiar na palavra

Da Redação

O governador Pedro Taques (PSDB) declarou na manhã de hoje que espera manter os principais aliados numa eventual candidatura a reeleição em outubro deste ano. Nos últimos dias, informações apontam possíveis afastamentos de lideranças como o deputado federal Nilson Leitão (PSDB), o vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB).

Taques colocou que as divergências não são “tão profundas” a ponto de romper os compromissos. Aliás, ele diz “confiar” nas palavras dos aliados. 

A declaração ocorreu em entrevista a Rádio Capital FM, quando o chefe do executivo estadual foi questionado sobre articulações que podem levar o ex-prefeito Mauro Mendes para a oposição. “Mauro é um homem de palavra. Eu não sei se serei candidato. Mas, o Mauro é um homem que sempre teve palavra comigo”, disse.

O governador lembrou que, por honrar os compromissos políticos com o ex-prefeito, recebeu críticas no próprio PSDB. “Sempre mantive minha palavra com Mauro Mendes. Aliás, apanhei muito no PSDB por causa disso”.

A recordação é referente as eleições de 2016, quando Mendes anunciou apenas na véspera do prazo final para as convenções partidárias que não disputaria a reeleição. “Seguraram o partido até o dia da convenção porque eu tinha um compromisso com Mauro Mendes. Aliás, quando vim para o PSDB disse isso, que tinha um  compromisso com o amigo e companheiro Mauro Mendes e estava saldando esse compromisso”, recordou.

FÁVARO E LEITÃO

Em relação ao vice-governador Carlos Fávaro, o governador confia que a aliança será mantida. No último sábado,  senador Wellington Fagundes (PR) disse que a oposição foi procurada por Fávaro, que estaria se articulando para disputar o Palácio Paiaguas. “Para mim, o Carlos Fávaro nunca falou que quer ser governador. Fizemos uma reunião de secretários no final do ano passado. Todos falaram sobre política e o Carlos Fávaro disse que está fechado conosco. Essa é a palavra do Carlão e eu confio nela”, afirmou.

Sobre o deputado federal Nilson Leitão, o governador negou que tenha uma “briga” dentro do PSDB. Ele destacou ainda que o correligionário tem legitimidade para pleitear candidaturas majoritárias nas próximas eleições. “Nilson Leitão foi vereador, deputado estadual, prefeito e é um excelente deputado federal. Tem toda legitimidade para ser candidato ao Senado ou até ao Governo”, disse evitando confronto dentro da legenda.

Fonte: Folhamax
 

 

Compartilhe:

Com muito ❤ por go7.site